Borboleta

Euphydryas aurinia

(Rottemburg, 1775)

Insecta – Lepidoptera (anexo II)

Distribuição
Norte de África, Europa e Ásia. Na Europa considera-se a existência de um complexo de espécies, com cinco subespécies com diferenças morfológicas, biológicas e de preferência de habitat. A subespécie nominal Euphydryas aurinia aurinia, presente no centro da Europa, sofreu desde o início do século XX um declínio acentuado em muitos países, tendo-se extinguido na Holanda nos anos 80. A subespécie Ibérica denomina-se Euphydryas aurinia beckerie é, por vários autores, considerada uma espécie distinta. Em Portugal encontra-se em todo o território continental.

Habitat
Euphydryas aurinia beckeri é típica de matos e orlas de bosques com um certo grau de humidade e subcoberto bem desenvolvido, onde se desenvolvem as trepadeiras do género Lonicera, plantas hospedeiras das suas lagartas.

Biologia
Os ovos são depositados em grupo sob as folhas da planta hospedeira. A lagarta é gregária e hiberna em grupo, num ninho construído junto à planta hospedeira. Hibernam no quarto estádio, num pequeno casulo junto ao solo. Retomam a atividade no final do Inverno e início da Primavera, dispersando-se no quinto estádio e passando a ser solitárias. A crisálida ocorre junto ao solo sobre folhas mortas ou no caule das plantas. O adulto encontra-se ativo de março a junho, variando em função da altitude e latitude.

Estatuto de conservação
Considerada não ameaçada na Europa e região mediterrânica.

 

Projeto Lista Vermelha de Invertebrados
FCiências.ID – Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências
Campo Grande, edifício C1, 3.º piso, 1749-016 Lisboa, Portugal
Email: lv.invertebrados@gmail.com

Print